sábado


Nós vamos onde Deus quer, os dois juntos, parece que de algo inanimado dos últimos dois dias se ressuscitou, tão doce e naturalmente que me fez despertar cada brilho, cada magia, cada dedicação. E agora já não tenho medo do frio quando estás, contigo nem lembro que um dia vou morrer, ao teu lado tudo parece eterno.
Bastou ontem, os teus beijos sempre cheios de amor, sempre cheios de carinho. Chega um abraço para perceber que isto não pode acabar por nada, por ninguém.

Amo-te, tu amas-me(...)

Daniela

2 comentários:

Maggie disse...

Obrigada (:
Que texto sentido :)

MD disse...

Que fofinha :')