terça-feira



Degrau a degrau, dia após dia, percorro um caminho...
Os pardais aproximam-se da janela do meu quarto e começam a cantar, coisa que antes não reparava, agora são eles que me desejam bom dia, tão delicadamente. O tempo está triste mas o céu diz-me que o Sol vai aparecer e a minha dor vai-se indo embora. Acho que me afoguei num mar de ilusões mas o importante é que sobrevivi e vou-me recriando, vou-me aguentando como posso porque finalmente tomei consciencia que nunca mais vou voltar a cair no mesmo erro.

Se não fossem os amigos e a mamã juro que estava perdida. Eu vou conseguir :')

3 comentários:

luisinha disse...

tudo umdia passa:) es linda

maria eduarda disse...

eu sei que consegues por muito grande que seja a dor :)

luisinha disse...

eu sou uma sonhadora...