sexta-feira


E quanto mais há confusão mais nós nos unimos, de todas as formas. É impressionante esta enorme dimensão, este gigante que me assombra claramente e suavemente a alma... Agora abraçamo-nos e sentimos a chuva aos poucos. Deixamos para trás as mágoas, as desilusões e as discussões e seguimos e insistimos com o que realmente interessa. És capaz de tudo, tudo por nós. És capaz de me fazer sentir protegida, de tudo e todos, em qualquer tipo de situação. Dizes e fazes, beijas e abraças, da maneira mais suave a que assisti e vivi. Nunca me vou esquecer do pequeno ou grande gesto de ontem, da tua impaciência e raiva para quem me quer e (tenta) fazer mal, da protecção infinita que senti, de todos os abraços, de todas as palavras. És o Maior e já ninguém te tira o lugar, venha quem vier.
Como eu gosto de te amar, assim, tão naturalmente...

2 comentários:

Patrícia Costa disse...

um sentimento alias um grande sentimento

vanuza disse...

é mesmo verdadeiro o que sentes, mostras isso nas palavras!