segunda-feira

amor da vida


Princesa, grito por ti
Alma, sou louca por ti
Rainha em meu corpo
Sou a tua imagem e tu és minha vida
Literatura, rainha, tesouro
Sou tua escrava, sou tua serva
És o que ninguém é, minha letra
Palavras nunca são demais
Lágrimas contigo
Sorrisos contigo
A música e tu
O teu sangue corre nos meus olhos
Sento-me e tu sobes na minha alma
ÉS PURA, cresces em mim,
Desde pequena
A única mão amiga
O sangue da nossa luta, em conjunto
Escrever não é agir, escrever é ser
Escrever trata-se de deuses
Vivo nas linhas
Vivo nas palavras
Vivo em ti
Escorro em água, escorro em amor
Apenas por ti, minha letra, meu sonho, minha vida
Inspira-me o céu, inspira-me esse teu jeito de me transformar e fazer-me escrever
Sem rasgar
Lágrimas soltas pelos campos, tu sempre no coração, lágrimas por meu corpo, tu és meu coração, tu és a profundeza deste meu mundo, deste meu canto, amo-te como o céu, sento-me chorando e vens tu, acalmar minha dor e fazer desta merda toda um baile de miudas pequeninas onde uma delas sou eu a bailar, a bailar, a bailar, sem fim... A acreditar que não há seres escuros e que tudo será sempre uma dança, um baile onde tudo terá esperança...
Minha Literatura, meu abrigo, meu sustento, minha pureza.

3 comentários:

Rv disse...

adorei, juro

Rita disse...

És grande Daniela .
"La valse D'Amelie" , que linda música . +.+

Peanuts disse...

Tu escreves muito bem *.*
Música mais que linda :D