segunda-feira



Ninguém me avisou mas eu já devia estar avisada.
Os pensamentos assaltam-me a cabeça, mas eu tento não pensar, não lembrar e não interrogar. Eu não quero perceber o porquê, para quê?
Fechei-me num mundo á parte onde só te via a ti como centro de tudo. Agora, devagarinho, começo a abrir novos horizontes, a ouvir o que os meus (grandes) amigos me dizem, a saber equilibrar as coisas. Não me vou enterrar em coisas que já de si são enterradas, vou-me embalar na escrita, na fotografia, na escola, nos meus pais e na minha vida.

Estou escura e as paredes estão humidas mas o Sol há-de vir, um dia destes...

Daniela

2 comentários:

maria eduarda disse...

talvez venha mais depressa do que pensas. só tens de deixar :)
coragem , e continua a escrever. beijinho

vanuza disse...

claro que vem, tens de te abrir ao mundo e mostrar te ao "sol" nao esperes que ele apareca e veras que seras mais do que feliz minha querida daniela :)